Práticas - Diário - 4º ano

Abertura Mundo Leitor – Série Memórias – Diário

Unidade – THATHI Araçatuba

Professores: Sônia, Cláudia, Isabel e Juan.

As atividades desenvolvidas com os alunos dos 4º anos tiveram como objetivo levar os alunos a perceberem as contribuições das histórias populares na formação do ser cidadão, e o resgate dos contos clássicos da literatura infantil.

Contar histórias é algo que fazemos o tempo inteiro, por isso muitos contos não desaparecem, pois cada pessoa que ouve conta para outra, e para outra e assim por diante. É a nossa cultura popular sendo passada de geração a geração, tratando família como ponto de partida das histórias de nossas vidas.

Para iniciar o trabalho, foi solicitado aos alunos que trouxessem uma foto da família.

Em roda de conversa, os alunos discutiram sobre a importância do núcleo familiar e refletiram sobre as histórias de cada um.

Em seguida, com a professora de Arte, confeccionaram uma moldura (Arte do azulejo português), objeto de estudo da apostila 3.

Com a professora Sônia, da disciplina de Língua Portuguesa, os alunos iniciaram o estudo da apostila 5 (Quem conta um conto aumenta um ponto), juntamente com as atividades do Programa Mundo Leitor, com o intuito de encantar, divertir, fazer sonhar, aguçar a imaginação e trazer recordações, uma vez que o material trata do tema das memórias que cada um traz dos acontecimentos da vida.

Para inserir os alunos no contexto familiar, os professores dramatizaram a história Chapeuzinho Vermelho, escrita por Charles Perrault (1628 – 1703), recolhida da cultura popular e, para enriquecer esse trabalho, os professores colocaram as fotos das famílias como cenário, relacionando a história e suas personagens a esse núcleo.

Ao final da atividade, os alunos receberam o livro Diário e um envelope contendo a história Chapeuzinho Vermelho, e os professores instigaram-nos a recontarem essa história para os membros da família.

Histórias, cultura, leitura e aprendizagem foram reunidas em uma atividade que proporcionou aos alunos diferentes linguagens na reflexão sobre o seu papel, o papel da família e o papel da cultura na construção da sociedade.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *